sexta-feira, 13 de maio de 2011

Reportagem do JPN sobre o Mini Porto Belo

Mini Porto Belo: O mercado dos pequeninos

 
O mercado Mini Porto Belo, uma edição infantil do mercado Porto Belo, realiza-se no próximo sábado. A organizadora explica a importância do evento para o desenvolvimento intelectual das crianças e para a dinamização da Baixa do Porto. 

Imagine-se um mercado onde as crianças vendem os brinquedos que já não usam a um preço simbólico, apenas para descobrir como é fazer comércio. Imagine-se um mercado onde as crianças podem rir e brincar, ao mesmo tempo que aprendem o real valor dos números, das contas, dos trocos e da matemática. Tudo isto é possível no Mini Porto Belo, uma edição para crianças do mercado Porto Belo, que se realiza na Praça Carlos Alberto desde Junho de 2009.
A mentora do mercado Porto Belo, Inês Magalhães, já pensava em alargar a oferta de actividades para famílias com crianças quando conheceu um espaço em Bruxelas destinado ao comércio infantil. Achou que fazia sentido trazer um evento do género até ao Porto e convidou Tânia Santos para o tornar realidade.
"Reciclagem e poupança" são as palavras que Tânia Santos elege como o mote deste mercado. As crianças são responsáveis por (quase) tudo, desde a escolha dos pertences dos quais se querem desfazer, a definição dos preços a aplicar e a própria venda do produto. "No Mini Porto Belo os miúdos trazem os brinquedos, jogos e livros que já não usam, dando-lhes uma nova vida na casa de outra criança. Fazem os trocos do que vendem, fazem contas aos seus lucros, regateiam e fazem saldos nos últimos minutos", explica a organizadora do evento.
Mas há mais. Os pequenos podem apresentar os seus talentos desenvolvidos ou escondidos, "seja tocar harpa, fazer tatuagens de brincar ou vender as suas próprias poesias e bandas desenhadas", conta Tânia Santos.
Numa zona da cidade com pouca actividade aos sábados, esta iniciativa visa, segundo a organizadora, "mobilizar as famílias até ao centro histórico" e trocar actividades comuns como "levar os filhos à praia, ao parque ou a um centro comercial", por outras actividades. "Antes ou depois pode-se visitar a Torre dos Clérigos, almoçar numa tasca e descer até à Ribeira", sugere Tânia Santos. E acrescenta: "é gratificante quando, na véspera de cada edição, pensamos que estão pais e filhos atarefados à volta da cozedura de bolinhos e biscoitos, das etiquetas dos preços dos artigos ou a ensaiar uma música."
O Mini Porto Belo realiza-se no próximo sábado, 14 de Maio, entre as 14h30 e as 19h00, na Praça Carlos Alberto. A participação está sujeita a inscrição e ao pagamento de uma taxa de 2,5 euros. Para todos os produtos expostos, o preço a aplicar não pode exceder 1 euro.

Para ver a notícia no JPN clique aqui

Sem comentários:

Enviar um comentário